Festa de Bocaina atraiu pessoas de várias cidades, lotando as pousadas

Agrotóxicos: 70% dos alimentos in natura consumidos no Brasil estão contaminados
22/06/2016
Exposição Agropecuária em Liberdade 2016
Liberdade terá Exposição Agropecuária
12/07/2016

A festa de São Paulo e São Pedro, em Bocaina de Minas, celebrada por toda a semana passada, atraiu dezenas de pessoas de vários municípios do Rio, Minas e São Paulo, lotando pousadas e hotéis da cidade.

procissaoO auge dos festejos foi na quarta-feira, quando a procissão dos santos percorreu as ruas centrais do município, com mais de 200 integrantes que seguiram até paróquia de Nossa Senhora do Rosário, no alto da rua Joaquim Domingos Maciel.

fogueiraNo momento da chegada da procissão à paróquia, houve a queima de fogos de artifício que durou mais de 15 minutos. A seguir, o padre Tadeu Vieira oficiou a missa, celebrando São Paulo e São Pedro, com a igreja lotada. Muitos fiéis acompanharam o ato religioso do lado de fora da paróquia, no adro da igreja e nas escadarias de acesso.

Forró e fogueira

fogosApós a missa, as pessoas se dirigiram para o campo aberto, ao lado do Centro de Bocaina de Minas, na área grande e plana situada atrás do Restaurante do João Grande.

Ali, uma fogueira com cerca der 25 metros de altura aguardava o momento de ser acesa, antes do show musical que se iniciou com a cantora da região, Lara Carvalho, de Mirantão, acompanhada de sua banda.

Inúmeras barracas com bebidas, guloseimas, roupas da região e artesanato rural atraíram centenas de pessoas, que dançaram muito forró e se animaram com os violeiros e a dupla sertaneja Ataíde e Evaristo.

O fogo ardeu a noite inteira, e pela manhã seguinte suas brasas ainda serviam para aquecer os festeiros remanescentes que viraram a noite, já que fez muito frio, com a temperatura, pela madrugada, oscilando em torno de cinco a oito graus.

Uma das mais tradicionais da região, a Festa de São Pedro e São Paulo, em Bocaina de Minas, foi também ponto de reencontro de amizades antigas, bem como serviu para novos encontros. Violeiros da região percorreram os bares da Cidade, como o do Robertinho, apresentando suas canções e modas de viola.

Uma notícia triste: dona Iracema partiu

No dia seguinte à festa de São Pedro e São Paulo uma notícortejocia triste circulou, rapidamente, por toda a cidade. Às 8h, os sinos da paróquia badalaram em memória de dona Iracema de Oliveira, falecida na véspera, após ser levada para um hospital de Resende.

Já bem idosa e muito querida, ela não resistiu aos males dos quais vinha sofrendo, em razão da idade avançada. Como não há hospital em Bocaina, ela foi levada, às pressas, para Resende, no Sul Fluminense, onde há melhor atendimento médico e hospitalar.

Seu corpo foi levado por um cortejo com dezenas de amigos e familiares até a paróquia de Nossa Senhora do Rosário, para a missa de corpo presente. Por onde passava o féretro, os bares e demais comércio fechavam momentaneamente suas portas e janelas, mantendo-se em silêncio em respeito à memória de dona Iracema.

Após a missa, seu corpo foi levado para o sepultamento, no cemitério da cidade, sempre acompanhado pelos seus muitos amigos, vizinhos e familiares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *