Capo d’Orlando tenta beijar e apalpar um jovem de 20 anos: um jovem de 35 anos é preso

Seja encontrado trancado para a prisão “Madia” em Barcelona Pozzo di Gottosob a acusação de violência sexualum cidadão indiano de 35 anos que não pertence à UE, preso há algumas noites pela polícia em Capo d’Orlando mesmo que a notícia só tenha vazado ontem.

Os factos terão ocorrido perto da escadaria em frente à entrada da estação ferroviária, por volta das 20h00, quando uma menina, residente em Milazzo, depois de ter feito um dia de trabalho ocasional em Capo d’Orlando, aguardava o comboio de regresso a casa. Segundo uma reconstrução inicial, a jovem teria sido abordada pelo cidadão asiático que, neste período, exercendo um trabalho como cuidador, está a substituir um dos seus compatriotas em Capo d’Orlando. Inicialmente, a tentativa de abordagem teria sido gentil, mas depois o índio teria tentado beijar a menina e tocar seus seios. Os gritos da jovem foram ouvidos por uma unidade familiar que passava em frente à delegacia. Daí a intervenção da polícia. Uma patrulha da unidade móvel de rádio da Companhia Sant’Agata Militello, naquele momento nos arredores de Capo d’Orlando para as habituais verificações do território, conseguiu identificar o índio que entretanto havia fugido mas que foi detido na via Lucio Piccolo, a poucas centenas de metros da estação.

Em seguida, os carabinieri da delegacia de Paladino intervieram e submeteram-no aos requisitos rituais: uma vez concluída a autorização e obtida do delegado de plantão da Promotoria de Patti, o suspeito foi encerrado na prisão, aguardando o interrogatório de garantia e o interrogatório de garantia. audiência de validação perante o juiz do Tribunal de Patti.

Felipe Costa