Catanzaro ko no “Ceravolo” contra a Sampdoria. Agora vá para o play-off contra o Brescia, no sábado, 18 de maio, em casa.

Catanzaro-Sampdoria 1-3

Marcadores: 4' pt Borini (S) de pênalti, 39' Oliveri (C); 13' e 15' Borini (S)

Catanzaro (4-4-2) Sala 6,5; Oliveri 6,5 (33'st Situm sv), Miranda 6, Brighenti 6, Krajnc 6; Sounas 6 (43'st Rafele sv), Pompetti 5.5 (33'st Pontisso sv), Verna 6, Stoppa 6; Iemmello 5,5 (17' Biasci 6), Donnarumma 6 (17' Brignola 6). Anexo Vivarini 6

Sampdória (3-4-2-1) Stankovic 6,5; Leoni 6, Ghilardi 6 (16' Depaoli 6), Gonzalez 6 (16' Piccini 6); Stojanovic 7, Ricci 6,5, Darboe 7 (33'st Verre sv), Giordano 6; Esposito 6,5 (22' Benedetti 6), Borini 8 (22' Alvarez 6); De Luca 7. Treinador Pirlo 7

Juiz Perenzoni de Rovereto 6

Observação Espectadores 9.161, receitas de 125.979. Miranda, González, Giordano e Ghilardi recebem cartões amarelos. Cantos 3-6. Rec: 3', 4'.

Noite de gala e animação: quase tudo dentro do esperado. O resultado não importava, a derrota por 3 a 1 sofrida para a Sampdoria não pesa porque Catanzaro estava certo do quinto lugar por um tempo, mas o apagão que desencadeou a dobradinha da Sampdoria por volta da hora deixa um pouco de amargura na boca porque cometem negligência grave aqueles de quem você menos espera, primeiro Iemmello e depois Pompetti. Resumindo, no espaço de 2' as águias estragaram tudo de bom que tinham feito até então, porque Borini saiu imediatamente em vantagem na cobrança de uma grande penalidade, mas depois a equipa da casa jogou e mereceu o empate com um belo golo de Oliveri durante todo o primeiro tempo e também iniciam bem a recuperação até o anoitecer. Pouco importa e nada muda, nem os aplausos da torcida param: o que importa é a fase preliminar dos playoffs que os Giallorossi disputarão no próximo sábado, no “Ceravolo”, contra o Brescia.

Felipe Costa