Cosenza caminha para a votação, Montalto e Corigliano lideram a convocação para as urnas

Últimos resquícios da campanha eleitoral. Então a palavra irá às urnas. No próximo fim de semana, de facto, todas as atenções estarão concentradas nas eleições europeias, ainda que as forças políticas estejam certamente de olho nas eleições administrativas, até porque, como acontece precisamente na zona de Cosentino, entre os muitos municípios chamados a escolher o novo prefeito, alguns deles também têm alguma importância. Basta olhar para a entrada Montalto Uffugo e especialmente Corigliano Rossano para se ter uma ideia, uma comunidade onde a batalha pela conquista do maior número de votos tem incomodado até os grandes nomes das secretarias nacionais, que chegaram ao território bruzio para dar um impulso aos aspirantes a titulares da faixa tricolor. Claro que o encanto que Bruxelas liberta não pode ser comparado à sedutora sede de um município, especialmente se esta corresponder à sede mais alta de uma instituição. A votação de 8 e 9 de Junho, porém, além de aguçar o apetite do candidato individual ao Parlamento Europeu, representa um teste muito importante para os partidos e coligações no terreno, transformando-se numa balança para pesar as próprias peso em termos de apelo.

Listas e candidatos

No círculo eleitoral do Sul, foram apresentadas um total de 16 listas: Forza Italia, Lega, Pd, M5S, FdI, Estados Unidos da Europa, Acção, Liberdade, esquerda verde, Paz, terra e dignidade, Alternativa Popular, Partido Animalista, Forza Nuova, Democracia Soberana e Popular, Itália dos Direitos e União Católica Italiana. Dezesseis contêineres nos quais também se destacam os nomes de muitas pessoas de Cosenza. A Forza Italia, por exemplo, (mas a favor dos Nós Moderados) colocou o advogado castrovillarese Riccardo Rosa, enquanto a Liga foi direto para a deputada Simona Loizzo. E se pela primeira vez em anos o Partido Democrata não terá candidatos da província, os grillini voltaram imediatamente a sua atenção para o ex-presidente do INPS, Pasquale Tridico, do Scala Coeli. Fratelli d'Italia conta com a conselheira regional, Luciana De Francesco. O ex-prefeito do município autônomo de Rossano, Stefano Mascaro, a ex-primeira cidadã de Cariati, Filomena Greco e Annunziata Paese concorrerão pelos Estados Unidos da Europa de Matteo Renzi. A Ação com Calenda escolheu Stefania Postorivo, que possui experiência administrativa como vereadora da oposição em Roggiano Gravina. A Aliança da Esquerda Verde concentrou-se na ex-vice-prefeita de Cosenza, Maria Pia Funaro. Por fim, em Democracia soberana e popular de Marco Rizzo e Francesco Toscano, aparece Paola Marinaccio di Terranova da Sibari. Em suma, uma equipa equilibrada e igualmente motivada.

Leia o artigo completo na edição impressa da Gazzetta del Sud – Cosenza

Felipe Costa