Crotone afunda: tudo é fácil para Latina que se muda para “Scida”

CROTONE-LATINA 1-3
MARCADORES: 18º Capanni, 25º Mazzocco, 36º Fella, 46º Gomez.
CROTONE (4-2-3-1): Dini 4,5; Leo 4,5, Loiacono 5, Gigliotti 5,5 (1º Bove 5), Giron 5; Zanellato 5, Felippe 5 (21º Vitale 5); Bruzzaniti 5,5 (1º Crialese 5), D’Ursi 5,5 (25º D’Errico 5), Tribuzzi 5; Comi 5.5 (1º Gomez 5). Todos. Baldini 5.
LATINA (3-4-2-1): Lucro 6,5; De Santis 6,5, Cortinovis 6,5 (37º Di Renzo sv), Marino 6,5; Ercolano 6,5, Mazzocco 7, Riccardi 6,5, Crecco 6,5; Paganini 6,5 (43º Perseu), Capanni 7 (24º Fella 7); Mastroianni 6,5 (24º Fabrizi 6,5). Gabinete Fontana 7.
JUIZ: Djurdjevic de Trieste 6.
NOTA: Ingressos nº 582 com valor bruto de 2.164,00. Assinantes 3.341 com acúmulo de 10.710,69. Total de títulos 3.923 coleção 12.874,69. Reservado: De Santis, Comi, Bove, Guadagno, D’Errico. Ângulos: 5-5. Recuperações: 0′ pt, 4′ st

CROTONE – Quando a cura é pior que a doença. O Crotone de Baldini simplesmente não consegue encontrar sua identidade, mostrando uma clara involução sob todos os pontos de vista. Os calabreses perderam claramente por 3-1 para o Latina que no primeiro tempo apareceu ordenado e compacto na defesa, no segundo tempo aproveitou um Crotone confuso, sem ideias, irreconhecível. Os Pontini abriram vantagem aos 18 minutos do segundo tempo com Capanni, aos 7′ ampliaram a vantagem com Mazzocco e aos 36 minutos marcaram um trio com Fella. Show verdadeiramente indecoroso no “Scida”. Aos 46 minutos Gomez marcou o gol da vitória que pouco ou nada valeu. A direção do rossoblu’ terá que pensar muito sobre a situação que parece muito difícil.

Felipe Costa