Internacionais: Nadal eliminado por Hurkacz se despede de Roma

A tão temida e inevitável despedida finalmente chegou. Rafael Nadal, 10 vezes vencedor em Roma, perdeu na segunda rodada para o polonês Hubert Hurkacz em dois sets por 6-1 e 6-3. Foi sua última aparição no tênis Internazionali Bnl d'Italia. Depois disso, se seu corpo não o trair, certamente disputará apenas mais dois torneios importantes antes de se aposentar, ambos em Paris: Roland Garros e as Olimpíadas. O público era todo a favor dele, obviamente. E Rafa não traiu, jogando com a sua habitual determinação, não deixando nada de lado, mas encontrando no seu caminho um adversário mais jovem e mais concreto (e ‘sem coração’) que não lhe deixou escapatória. Uma partida muito cansativa sob um sol escaldante (28 graus), a última em Roma para o maior e mais bem sucedido da história do torneio.

A organização da Internazionali d'Italia havia preparado uma comemoração em quadra para o tenista, mas Nadal recusou a homenagem por estar irritado com a eliminação. Ele não sabia da comemoração de sua carreira o que teria sido uma surpresa e quando foi convidado a parar em campo para a homenagem preferiu retornar ao vestiário.

«Nunca disse que seria o meu último torneio aqui em Roma – especificou no final da partida -. Já falei do Madrid, mas aqui é diferente, é uma história diferente. Nunca disse que era a minha última vez aqui a 100%, talvez a 98% – continuou – não esperava uma cerimónia no final do jogo, mas se me retirar penso que terão tempo”.

Felipe Costa