MotoGP: Martin vence em Le Mans e amplia, zombando de Bagnaia

E' Jorge Martinho o protagonista do fim de semana do Grande Prêmio da França, quinta etapa do campeonato mundial. Em Le Mans o espanhol, depois de ontem ter conquistado a pole position e vencido a corrida Sprint, venceu hoje o Grande Prémio e aumentou ainda mais a liderança na classificação geral com 38 pontos de vantagem. Bagnaia e 40 acima Márquez E Bastianini. Atrás do espanhol da Ducati Pramac, Marc Márquez (com a Ducati da equipe Gresini) que rebaixou com uma ultrapassagem na última curva Francisco Bagnaia em terceiro lugar. E dizer que o piloto de Turim começou bem, assumindo imediatamente a liderança e mantendo-se no comando durante 21 das 27 voltas, seguido de perto por Martin que o ultrapassou na volta 21 e depois partiu rumo à vitória; Bagnaia também foi ultrapassado no final por Márquez, protagonista de uma corrida de recuperação. Bagnaia teve de se contentar com o pódio e terá outras oportunidades para o compensar, talvez já na próxima corrida na Catalunha. Quarto lugar para a Ducati Enea Bastianini, que teve de cumprir penalidade na corrida por um ataque mal direcionado a Aleix Espargaró. Quinto Maverick Viñales com a Aprilia, sexta com um excelente resultado Fábio Di Giannantonio e sétimo Franco Morbidelli, enquanto a torcida da casa sofria com a desistência do ídolo da casa, Fábio Quartararo. Último lugar para Lucas Marini.

«Hoje fui o melhor. Estou muito feliz – comentou Martin no final da corrida – A moto estava perfeita, quero agradecer à equipe por isso. Apesar de algumas quedas, a equipe a preparou perfeitamente. Fazer uma dobradinha aqui em Le Mans é fantástico”. Apesar da zombaria final Bagnaia está, no entanto, satisfeito: “Tentei, dei tudo, tentei administrar desde o início, mas os outros dois nas últimas duas voltas tiveram algo mais – palavras dele – estou feliz por ter terminado a corrida depois de duas temporadas em que não consegui. fazer isso é muito bom considerando como foi ontem. Hoje estou feliz, agora vamos pensar na próxima corrida e tenho certeza que podemos ir ainda melhor.” Marc Márquez ficou naturalmente satisfeito: “Foi ótimo. retorno 'Demorei um pouco para me recuperar. O ritmo estava lá – comentou no final da corrida – Durante cinco voltas tentei passar o Pecco, ele se soltou forte, aí no final eu tentei, sabe, é isso. como eu estou” .

Na vitória da Moto 2 por Sérgio Garcia. Atrás do espanhol da equipe MT Helmets completam o hat-trick das motos Boscoscuro, Ai Ogura (Capacetes MT) e Alonso López (Acelerar). Uma vitória que permite ao espanhol assumir a liderança da classificação geral ao aproveitar o contemporâneo quarto lugar de Joe Roberts, agora sete pontos atrás de Garcia. Também entre os dez primeiros Aldeguer, Arbolino (oitavo), Arenas E Guevara.

Na Moto 3, porém, a vitória por David Alonso (CFMOTO Gaviota Aspar Team) que venceu o seu principal rival na luta pelo título mundial Daniel Holgado (Red Bull GASGAS Tech3) que agora tem um único ponto de vantagem. O pódio é completado pelo terceiro lugar Collin Veijer (Liqui Moly Husqvarna intacta GP).

Felipe Costa