Taormina, remodelação do Palazzo Corvaja: mais fundos colocados na mesa

Sua inauguração foi anunciada pelo prefeito Cateno De Luca para 8 de junho, mas agora poderá ser adiado. A administração municipal de Taormina decidiu, de facto, atribuir recursos económicos adicionais ao Palazzo Corvaja, um edifício histórico (foi sede do primeiro Parlamento siciliano) fechado durante cerca de cinco anos. Ontem, o conselho, presidido pelo vice-prefeito Giuseppe Sterrantinodada a ausência do autarca, que está internado desde segunda-feira por sofrer de pneumonia aguda, decidiu comprometer mais 80 mil euros para a construção de sistemas tecnológicos, considerados essenciais para garantir a utilização óptima do conjunto edificado e, portanto, o a seguir o próximo passo será a adjudicação das novas obras.
No outono passado foram concluídas as obras de restauro e reabilitação conservadora, financiado em 2020 pela Região com 1.180.000 euros, enquanto em agosto foram confiadas obras de conclusão por 45.755 euros e no final de dezembro outra renovação e restauro do sistema de ar condicionado, limpeza, desinfestação e manutenção do jardim, por um custo de 127.787 euros, que está em fase de conclusão. Entre os vários estaleiros de construção, foram também iniciadas verificações de vulnerabilidade sísmica, num valor superior a 26 mil euros, das quais surgiu a necessidade de proceder a algumas intervenções localizadas em pontos específicos da estrutura.

Felipe Costa