Vittorio Sgarbi candidato às eleições europeias com Fratelli d'Italia: Tenho o dom de votos reconhecíveis

Vittorio Sgarbi será candidato nas eleições europeias com Fratelli d'Italia. Isto foi dito à AGI pelo próprio crítico de arte, que em fevereiro passado renunciou ao cargo de subsecretário do Mic após longas controvérsias sobre consultoria e uma disputa de pintura. Sgarbi especifica que ainda não foi decidido onde será nomeado e que a candidatura, “o que foi natural”, foi decidida após conversa com Giorgia Meloni.

«A vontade de concorrer como candidato partiu dos dirigentes partidários, Meloni, Donzelli e La Russa, com quem falei e a quem dei a minha disponibilidade». Vittorio Sgarbi explica isso à ANSA, confirmando que disputará o Campeonato Europeu com Fratelli d'Italia, quase três meses após sua renúncia ao cargo de subsecretário de Cultura, ocorrida no dia 9 de fevereiro, após conversa com o primeiro-ministro Giorgia Meloni no Palazzo Chigi . Naqueles tempos, em plena polémica sobre a sua consultoria e após a resolução Antitrust que definiu as atividades como “incompatíveis” com o papel do governo, o crítico de arte não descartou a candidatura às eleições europeias.

«Já estávamos conversando com Meloni há algum tempo, depois conversamos sobre isso com Donzelli em abril e recomeçamos nesta fase final das inscrições – explicou Sgarbi -. Nasceu assim, pois sou livre e tenho o dom de votos reconhecíveis. No Campeonato Europeu de 1999 consegui 100 mil no Nordeste, quase como Berlusconi. Também fui proposto como candidato em três outras listas.” Qual? O crítico de arte garantiu que falará sobre o assunto quando a sua candidatura à FdI e ao círculo eleitoral for formalizada.

Felipe Costa