Intesa Piantedosi-Occhiuto: luta contra a infiltração da máfia nas compras e na saúde

O Ministro do Interior, Matteo Piantedosie o presidente da Região da Calábria, Roberto Occhiuto, assinou hoje dois importantes protocolos sobre o tema da legalidade em Roma, no Ministério do Interior.
Os dois acordos visam, em especial, prevenção e repressão às tentativas de infiltração da máfia no sector dos contratos públicos e concessões de obras, serviços e fornecimentos públicos, através da aquisição de dados e posterior tratamento, visando melhorar a identificação de questões críticas dos operadores económicos interessados ​​na adjudicação.
O primeiro Memorando de Entendimento diz respeito à partilha, através da plataforma tecnológica regional “Giga Calabria”, de dados e informações relativas às compras baseadas nos recursos do Plano Nacional de Recuperação e Resiliência, bem como daqueles provenientes de outros programas comunitários e nacionais por autoridades contratantes.
O segundo Protocolo, no entanto, diz respeito à partilha de dados relativos a investimentos públicos no sector da saúde, novamente através da plataforma tecnológica regional “Giga Calabria”.
A necessidade expressa pela Região da Calábria é continuar a combater a infiltração do crime organizado, no âmbito de uma actividade constante de protecção da economia legal e de encerramento de espaços utilizáveis ​​a favor de organizações criminosas.
A plataforma informática abrangida pelos Memorandos de Entendimento representa uma ferramenta com grande potencial para tornar também mais eficaz a actividade dos Grupos de Forças Conjuntas (GIA) nas Prefeituras, dentro das suas prerrogativas, contra tentativas de infiltração criminosa e mafiosa no sector dos contratos públicos dos contratos de aquisição.

Nesta ocasião, o Ministro Piantedosi fez questão de sublinhar “a frutuosa colaboração com a Calábria e de confirmar a disponibilidade do Ministério do Interior sempre ao lado da Região para qualquer iniciativa de interesse mútuo para proteger a legalidade”.
“Prevenir ataques criminosos – declarou o titular do Ministério do Interior – significa garantir um verdadeiro crescimento económico do território, oferecendo novas oportunidades de desenvolvimento social. Acordos como estes – acrescentou finalmente o ministro Piantedosi – pretendem dotar os órgãos de prevenção e de investigação de ferramentas úteis para trabalhar lado a lado contra aqueles que tentam se apropriar ilicitamente de recursos destinados à comunidade”.

“Devemos manter a ordem – declarou o Presidente Occhiuto – no que diz respeito à infiltração de poderes criminosos. Estou feliz que o Ministro Piantedosi tenha assinado estes Protocolos com a Região da Calábria para dar às forças policiais a oportunidade de utilizar todas as bases de dados hospitalares e regionais autoridades de saúde, a fim de controlar contratos e adjudicações.
Adquirimos recentemente um software que dá à Direcção de Investigação Antimáfia a possibilidade de reforçar os controlos e simplificá-los. É a demonstração de que outra Calábria é possível, somos uma Região onde as instituições trabalham em conjunto para combater a ilegalidade, mas também para tornar a administração pública mais eficiente.
Estou muito feliz com isso, assim como estou feliz que a Calábria também se destaque há dois anos pelas boas práticas administrativas. Esta Região considerada ingovernável durante muitos anos por todos, porém, prova que pode ser governada”, concluiu o governador Occhiuto.

Felipe Costa