Kate Middleton pede desculpas: “Retoquei a foto de família. De vez em quando me divirto editando”

Princesa Kate pede desculpas no X por compartilhar uma foto editada. «Como muitos fotógrafos amadores, ocasionalmente tento editar. Queria expressar minhas desculpas pela confusão causada pela foto de família que compartilhamos ontem. Espero que todos aqueles que comemoram tenham tido um feliz Dia das Mães.” Então, em seu perfil X, a princesa Kate pede desculpas pela foto modificada dela com seus filhos.

O que tinha acontecido

Cresce a pressão mediática sobre o Palácio de Kensington, residência oficial do herdeiro do trono britânico William, em busca de explicações para o passo em falso sem precedentes cometido ontem com a publicação de uma fotografia de Kate, esposa do filho mais velho de Carlos III, posteriormente revelada retocada segundo à opinião unânime das principais agências de fotojornalismo do mundo. A imagem – a primeira oficial da Princesa de Gales divulgada pela corte após dois meses e meio de ausência total do cenário público, e quase dois meses depois da misteriosa cirurgia abdominal a que foi submetida na Clínica de Londres, em meados de janeiro, retratando uma sorridente Kate com os 3 filhos no Dia das Mães britânica – foi retirada como suspeita de “manipulação” ontem à noite pela agência americana AP, seguida pela anglo-canadense Reuters. E nas horas seguintes também pela francesa AFP, bem como pela foto do gigante norte-americano Getty. Um verdadeiro desastre para a máquina de relações públicas dos Príncipes de Gales, lutando contra o efeito bumerangue de uma operação destinada a tranquilizar a opinião pública e dissipar dúvidas – bem como as mais improváveis ​​teorias da conspiração que circulam na web – que o sigilo muito estrito observado durante a longa convalescença de Kate, de 42 anos, alimentou até agora. O Palácio de Kensington recusou-se a comentar no momento. Mas o constrangimento parece palpável e até mesmo os meios de comunicação britânicos mais institucionais, mais usados ​​pela monarquia para seu As comunicações, desde a emissora pública BBC até à agência nacional PA (que inicialmente não retirou o tiro suspeito, atribuído pelo palácio diretamente à mão de William), estão atualmente a solicitar esclarecimentos ao palácio. Entretanto, o próprio príncipe herdeiro é esperado hoje ao lado da rainha Camilla – que regressa a público após uma semana de descanso – nas cerimónias do Commonwealth Day. Uma nomeação na qual terão de representar o rei Carlos, ausente como esperado, tendo eliminado compromissos oficiais externos para a duração da terapia oncológica que está sendo submetida após seu recente diagnóstico de câncer.

Felipe Costa