Sistema de biblioteca Vibo, o Conselho Regional aprova a moção promovida por Lo Schiavo e Mammoliti para o relançamento da instituição

O Conselho Regional da Calábria aprovou por unanimidade, na sessão de ontem, a moção de apoio ao sistema de biblioteca Vibo apresentada pelos conselheiros regionais Antonio Lo Schiavo (presidente do Grupo Misto – Livremente Progressistas) e Raffaele Mammoliti (Pd) e referendado por todos os dirigentes dos grupos da assembleia, que compromete o conselho regional «a identificar a solução jurídico-administrativa mais adequada para restabelecer o sistema de biblioteca Vibo, preparando os documentos necessários à sua transformação na forma jurídica mais adequada ao relançamento do ‘Corpo’.

A moção, conforme mencionado, teve aprovação unânime da Câmara que acatou os argumentos dos primeiros conselheiros signatários sobre o tema necessidade de salvaguardar um corpo cultural de importância primordial a nível regional e além. «É – recordou Lo Schiavo no seu discurso – a maior biblioteca pública da Calábria, já o centro do serviço de biblioteca regional que conta com cerca de 160 bibliotecas estaduais regionais, municipais e universitárias, bem como o centro cultural Mattia Preti do conselho regional. Promotora de iniciativas de importância nacional, como o “Festival de Leitura e Escrita”, a SBV supervisionou, em nome da Região da Calábria, a participação nas Feiras do Livro de Turim e Nápoles. É, portanto, uma organização ao serviço da cultura calabresa e da própria Região. No passado – acrescentou Lo Schiavo – o Conselho Regional foi chamado a salvar do colapso, restabelecendo-os sob uma nova roupagem jurídico-administrativa, numerosos órgãos instrumentais ou organismos em qualquer caso participados pela Região. Mais uma razão para o SBV poder ser salvo.”

Entre as várias opções mencionadas por Lo Schiavo, «há também a de promover uma Fundação participada pela Região da Calábria e aberta à adesão das autarquias locais do território, bem como dos organismos representativos das forças empresariais e dos organismos do terceiro setor». «Estou convencido – comentou Lo Schiavo após a aprovação da moção – que a Região da Calábria está em condições de garantir a sobrevivência de uma organização que significa muito para Vibo Valentia e para a Calábria. A votação de hoje pode representar um passo importante num novo caminho que visa devolver a dignidade à instituição, aos seus trabalhadores e aos seus utilizadores, mas, de um modo mais geral, à cultura calabresa, que necessita extremamente de ser apoiada e encorajada com acções concretas. Confio que o Conselho Regional perceberá a importância da questão e tomará medidas para identificar a solução mais adequada para proteger e relançar o sistema de biblioteca Vibo”.

Felipe Costa