Oriente Médio, Netanyahu diz não a Blinken sobre acordo com fim da guerra

A longa reunião entre o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, terminou em Jerusalém. O gabinete de Netanyahu divulgou isso. Segundo algumas fontes norte-americanas citadas pelos meios de comunicação social, no encontro presencial Blinken reiterou a oposição da administração Joe Biden a uma operação militar em Rafah, no sul da Faixa de Gaza.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu disse ao secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, que não aceitará um acordo com o Hamas que inclua o fim da guerra. O jornalista Barak Ravid relatou isso no Axios, citando fontes dos EUA e de Israel. Segundo Netanyahu – continuou – se o Hamas não diminuir as suas exigências não haverá acordo e Israel entrará em Gaza.

Pizzaballa, algo está acontecendo, mas a situação é dramática

“São momentos difíceis, mas também de esperança, porque talvez algo esteja se movendo nas negociações em curso, esperemos, nunca devemos desistir. No entanto, em qualquer caso, a situação continua muito dramática, pesada, difícil. são graves, há a questão humanitária em Gaza”. Isto foi dito pelo Cardeal de Jerusalém Pierbattista Pizzaballa no final da cerimônia de tomada de posse de Sant'Onofrio em Roma.

Felipe Costa