Cosenza, venenos na autonomia diferenciada – Gazzetta del Sud

A autonomia é um funil sem saída, um plano inclinado que se deforma rumo ao abismo. Mas também são muitas interpretações, pensamentos, sentimentos que fazem parte de uma mesma história. Nas últimas horas, porém, o nível de tensão aumentou com a afixação “selvagem” de cartazes satíricos reivindicados pelo colectivo “La Base”, que reúne as diferentes almas da esquerda radical. As muralhas da cidade e as da ponte Unical foram cobertos com cartazes em preto e branco com rostos de parlamentares calabreses de centro-direita que falou a favor da lei. Acompanhados de legendas irônicas, os rostos de Mario Occhiuto, Fausto Orsomarso, Wanda Ferro, Simona Loizzo, Domenico Furgiule E Tilde MinasiEles floresceram em todos os lugares. O governador Roberto Occhiuto ele foi o único “extra” (não parlamentar) que acabou no moedor de carne do protesto. Uma campanha agressiva, gordurosa, pegajosa que causou um cataclismo numa dialética altamente poluída. Rostos, nomes e “dedicatórias” correm o risco de se tornarem vestígios de uma investigação judicial que acaba de ser iniciada após a intervenção dos investigadores do DIGOS que fotografaram e adquiriram os panfletos que se transformaram em “itens do crime”.

Felipe Costa