Massacre israelense em Rafah, dois gêmeos nascidos após o início da guerra morrem

Os gêmeos Wissam e Naeem Abu Anza, um menino e uma menina, nascidos há apenas quatro meses, quando a guerra já havia começado, morreram ontem à noite sob bombas perto de Rafah, juntamente com a maior parte de sua família. A informação foi noticiada pelo jornal árabe internacional Asharq al Awsat, descrevendo o seu funeral, fechado em sacos pretos, alinhados com os de outros 12 familiares, antes de serem enterrados. Todos morreram – relata a mídia árabe – sob um bombardeio israelense que atingiu uma casa a leste da cidade, no sul da Faixa de Gaza. “Meu coração se foi”, gritou Abu Anza, a mãe das crianças que também perdeu o marido no ataque.

Felipe Costa