Ucrânia, Zelensky para os EUA: dê-nos mísseis Atacms para atingir a Crimeia

Numa entrevista ao Washington Post, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apelou aos Estados Unidos para fornecerem a Kiev mísseis Atacms para atingir aeroportos e aviões na Crimeia. Zelensky enfatizou que Kiev não quer usar mísseis de longo alcance para atacar o território russo. Quando Moscovo “sabe que podemos destruir os aviões, eles não atacarão a partir da Crimeia. É como acontece com a frota marítima: nós os repelimos das nossas águas territoriais, agora vamos expulsá-los dos aeroportos”, assegurou o presidente ucraniano. Questionado se acredita que Joe Biden é demasiado cauteloso no fornecimento de armas, Zelensky respondeu que o presidente dos EUA está “cauteloso quanto a um ataque nuclear da Rússia”. Zelensky disse que as opções da Ucrânia dependem do que o Congresso dos EUA decidir. “Não podemos perder mais tempo: a Ucrânia não pode ser uma questão política entre partidos”, afirmou o chefe de Estado ucraniano. Neste contexto, Zelensky disse que os críticos da ajuda a Kiev não compreendem o que está em jogo na guerra. “Se a Ucrânia cair, Putin dividirá o mundo” entre amigos e inimigos da Rússia, disse o presidente ucraniano.

Felipe Costa